1

[Resenha] Número Zero (Umberto Eco) by sammyfreitas

Posted by Samantha Freitas on 27 de janeiro de 2016 06:00 in , , , , , ,


SINOPSE:
O novo best-seller internacional de Umberto Eco. O romance que é um verdadeiro manual do mau jornalismo Um grupo de redatores, reunido ao acaso, prepara um jornal. Não se trata de um jornal informativo; seu objetivo é chantagear, difamar, prestar serviços duvidosos a seu editor. Um redator paranoico, vagando por uma Milão alucinada (ou alucinado numa Milão normal), reconstitui cinquenta anos de história sobre um cenário diabólico, que gira em torno do cadáver putrefato de um pseudo-Mussolini. Nas sombras, a Gladio, a loja maçônica P2, o assassinato do papa João Paulo I, o golpe de Estado de Junio Valerio Borghese, a CIA, os terroristas vermelhos manobrados pelos serviços secretos, vinte anos de atentados e cortinas de fumaça — um conjunto de fatos inexplicáveis que parecem inventados, até um documentário da BBC mostrar que são verídicos, ou que pelo menos estão sendo confessados por seus autores. Um perfeito manual do mau jornalismo que o leitor percorre sem saber se foi inventado ou simplesmente gravado ao vivo. Uma história que se passa em 1992, na qual se prefiguram tantos mistérios e tantas loucuras dos vinte anos seguintes. Uma aventura amarga e grotesca que se desenrola na Europa do fim da Segunda Guerra até os dias de hoje. 

Minhas impressões:


Comecei o livro cheia de grandes expectativas, mas a verdade é que fiquei perdida muitas vezes porque não conseguia entender onde Umberto Eco queria chegar. 

O livro é curto e parece um romance policial cheio de suspense, isso normalmente seria o suficiente para que eu amasse, mas não foi o que aconteceu. A relação de fatos históricos, nomes, datas e ligação entre eles é longa e cansativa - mesmo se tratando de um tema tão interessante quanto Mussolini, Papa e Maçonaria (não necessariamente ligados e nem nessa ordem!)

Na minha opinião, o melhor do livro foram as reuniões de pauta. Mesmo que as sugestões de temas fosse absurdos e o editor dando aulas de um mau jornalismo, achei perfeito perceber como os ensinamentos e o 'manual' são tão presentes no foco de todas as notícias que vemos hoje o tempo todo.

Pois é... Ser um livro do Umberto Eco deve ter me intimidado um pouco, porque a história não me prendeu e aí me vi arrastando a leitura principalmente nas partes em que começaram as explicações sobre as várias teorias da conspiração. É um assunto até bem interessante mas essas partes foram tão frequentes e repetitivas, que me cansaram.

Para mim, ficou bem claro que o livro não é só ficção, mas acho que não cheguei a um ponto de maturidade o suficiente para conseguir entender todas as críticas do livro. É um livro perfeito para os interessados não só em jornalismo, mas até onde chegará o nível de jornalismo atual.

Honestamente parece ser um bom livro, mas não causou nenhuma grande emoção em mim, além de me ver com vontade de pular páginas para terminar logo :-( 



Tempo: 3,5 dias
 Finalidade: Jornalismo
Restrição: Sem restrições
Princípios ativos: jornalismo, semi-ficção, teorias de conspiração

Livro: Número Zero
Autor: Umberto Eco
Editora: Record
Páginas: 208



|
Gostou?

Copyright © 2009 Retalhos Assimétricos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.