0

Minha filha é assassina... [crônicas] by SammyFreitas

Posted by Samantha Freitas on 23 de janeiro de 2015 22:29 in , , , ,


Minha filha é assassina


Minha filha é assassina. 
Fechei os olhos e tentei lidar com a afirmação. 

Minha filha é assassina. Calculista. E fria. 
Isso me doeu ainda mais.

Ouvir isso de um filho deve doer. Ouvir de outras pessoas ou pior... Alguém bater à sua porta e te acusar ser mãe de uma assassina... 

Talvez o pior de tudo, seja você descobrir sozinha como eu descobri.

Todo meu conhecimento em gramática, me lembrou logo do tempo verbal... Era o crime mais-que-perfeito. Não fosse minha capacidade de observação, o assassinato teria passado despercebido. Lamentei muito encontrar provas.

E no fundo... eu a conhecia bem demais. Só podia ter sido ela.

Minha filha é assassina. Ela MATOU. 
Ela assassinou friamente outra criatura viva...

E a verdade, é que eu realmente não sabia como lidar com isso. 

Fui até a cama dela e meu olhar pousou sobre seu rosto sereno. Parecia sonhar com alguma coisa especialmente boa, pois sorria de leve.

Meu olhar ficou terno e sentei na beirada da cama. Fiz carinho de leve no seu rosto e não pude deixar de escapar um soluço. 

Comecei a lembrar de tudo... Já tinha notado certo comportamento agressivo e furtivo. Falta de comunicação onde antes estávamos sempre juntas. Cheguei a cogitar uso de algum tipo de erva.

E ultimamente, quando eu chegava em casa, ela me ignorava solenemente quando eu a cumprimentava. Nem mesmo levantava seus olhos de seus cuidados diários com a pele e unhas. 

Atribuí esse comportamento esquivo à entrada na adolescência. Ela também parecia mais magra. E todas as vezes que eu sugeria que comesse mais ou oferecia lanches extras, ela me olhava de cara feia e eu me perguntava se sua preocupação era somente com sua aparência..

Minha filha é assassina...

E possivelmente canibal...

Estremeci diante da última afirmação. 

Enfiei a mão no bolso e peguei a prova cabal de que minha filha era assassina....

Resgatei as peninhas de rolinhas no bolso e olhei os bigodes de Jujuba e resgatei mais uma pequena pena.

Minha filha era assassina de rolinhas.

Mesmo que eu encontrasse alguns vestígios do assassinato em seu corpo...

Mesmo sabendo de seu instinto caçador. 

Ela sempre seria minha filha e minha princesa. 


















|
Gostou?

Copyright © 2009 Retalhos Assimétricos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.